terça-feira, 14 de julho de 2015

Resenha: Show dos Backstreet Boys no Citibank Hall em São Paulo/SP 14/06/2015


 Hoje completa 1 mês que vi meus ídolos de infância/adolescência ao vivo e só agora consegui digerir toda a emoção e sentimento sobre esse show para conseguir me expressar a vocês.

 Antes de mais nada, não concordo com quem diz que eles estão "velhos" e "mal acabados". Que mania que as pessoas tem de menosprezar os artistas quando envelhecem! Se assim fosse eles não estariam atualmente em turnê por terem lançado álbum novo e não teriam esgotado todos os shows que fizeram no Brasil em especial em São Paulo onde foi necessária abertura de mais dois shows extras para atender toda a demanda. Sorte a minha pois só consegui comprar ingressos para o último show aberto! :)

 Dito isso, vamos às avaliações:

Avaliação do Citibank Hall: 

 Pois bem, vou começar falando sobre a casa de espetáculos Citibank Hall onde o show ocorreu. 

 Endereço: Avenida das Nações Unidas, 17955 - Santo Amaro, São Paulo - SP, - CEP: 04795-100.


 Foi a primeira vez que estive lá. O local é lindo mas com preços bem abusivos: 

 1. R$ 50,00 de estacionamento independentemente do tempo que você ficará lá. Por ser um bairro mais afastado sem nada próximo não há alternativas a não ser deixar o carro lá mesmo. 
 2. Copos de cerveja e refrigerante estavam sendo vendidos a R$ 10,00 e copos de água a R$ 5,00. 
 3.Camisetas do show a R$ 50,00 de manga curta e R$ 100,00 de manga comprida no quiosque oficial. Facadas e mais facadas!

  Por R$ 30,00 comprei essa camiseta do lado de fora:



 Além disso, a casa pecou um pouco na organização. A impressão que tive é que não estavam preparados para um espetáculo desse porte pois como falei acima os três shows que ocorreram em São Paulo teve ingressos esgotados, ou seja, o local estava literalmente entupido de gente. As filas estavam se misturando umas nas outras e nem os apoios do próprio Citibank Hall sabiam onde era o que. Eu cheguei a perguntar para dois apoios onde seria a minha fila e eles não souberam me dizer. Tive que me virar perguntando para o próprio público que estava na espera e consegui achar meu lugar.

 Ressalto ainda que o local não conta com sanitários externos. Achei um absurdo já que várias pessoas (principalmente as do setor "pista") estavam nas filas há um bom tempo e os seguranças não deixavam utilizar os banheiros internos. Ao menos os que estavam próximos a mim não deixavam ninguém entrar e olha que esperei por cerca de 40 minutos na fila e vi MUITA gente pedir. 

 Fora isso, não gostei nem um pouco das poltronas da Plateia Superior 1 que foi onde me sentei. Elas eram extremamente pequenas e desconfortáveis. Se meu marido que é magro reclamou MUITO do tamanho das poltronas imagine eu que sou mais cheinha? Quase passei mal porque era um tal de ficarem batendo no meu braço, na minha cabeça e na minha perna que só por Deus! É impossível se mexer ali sem esbarrar em quem está do seu lado. Vejam como são:






 A parte boa foi que a visibilidade ali estava ótima de frente para o palco dando para enxergar super bem todo o show. Engraçado que eu tinha a impressão de estar bem mais perto dos BSB do que meus vídeos e fotos conseguiram mostrar:










 Nota: 3 estrelas para o Citibank Hall.



Avaliação do Show: 

 Bom, em momento algum achei que eles estavam "mal acabados", muito pelo contrário, achei-os totalmente em forma, com talvez a mesma energia de antigamente e até mais bonitos em especial o A.J. que sempre foi o que menos achava bonito e hoje está o que mais acho sendo inclusive o mais carismático na minha opinião. Ele, Nick e Howie foram os que mais interagiram com a plateia enquanto que o Kevin ficou praticamente calado e o Brian trocou poucas palavras conosco.  

 Podem me julgar mas para quem já foi em shows como do U2, Muse, Sebastian Bach e até Guns N' Roses que possuem uma "pegada" totalmente diferente o show dos Backstreet Boys foi mediano. Digo isso porque achei-o cansativo e explico o porquê:

 Eles cantavam uma ou duas músicas e ficavam conversando ou passando vídeos promocionais do documentário sobre a banda que sairá nos cinemas ainda esse ano. Não foi um show tão dinâmico como estou acostumada, compreendem? Isso porque entendo um pouco de inglês, para quem não entende deve ter sido mais cansativo ainda pois não havia legenda alguma nos vídeos. Aliás, justamente por entender um pouco, achei algumas piadas que eles fizeram meio bobas em especial a velha apologia que os estrangeiros fazem de que como diz Rita Lee "toda brasileira é bunda". Isso já deu. 

 Por essas razões o show me cansou um pouco. Se não tivessem havido tantas pausas com certeza teria sido mais interessante.

 Agora, a polêmica do playback. Eles realmente utilizaram playback? Sim, claro! Afinal de contas não havia banda alguma no palco! Seria tolice demais não admitir que era playback. Entretanto, era nítido que em VÁRIOS momentos eles estavam cantando SIM tanto que alteravam a tonalidade das vozes, fizeram alguns "a capella" na seção de acústico alterando a roupagem de algumas músicas, enfim, não foi 100% playback não como disseram por aí.

 Mesmo com todas essas observações para mim foi muito legal e nunca vou esquecer a emoção que senti ao ver que "eles existem"! Quase infartei quando eles entraram no palco com os característicos ternos azuis, me acabei de cantar e gritar e por mais que não tenha sido "nooooosssaaa, que show top" eu iria novamente em um show deles sem sombra de dúvidas. Foi muito divertido reviver os sucessos do passado, cantar as músicas que cantei feito louca e ver a mulherada pirando por seus ídolos incluindo eu!

   Nota: 3 estrelas.

Meus vídeos:








Beijinhos a todos e até a próxima! :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©